submissão masoquista

Você e seu namorado(a) estão vendo um filme. Nem é um filme excitante. Bolt, o Super Cão. Quem se importa? O filme era só uma desculpa! Em menos de 10 minutos vocês deixam a tv falando sozinha e começam a ensaiar cenas de um filme pornô. É gente, porque filme de amor, é diferente. E não vem ao caso. O assunto em questão é a vulnerabilidade dos nossos desejos. Somos totalmente submissos a eles. Pelo menos comigo, na luta entre o cérebro e a pele, nunca dá empate. Meu corpo sempre ganha! Com tesão, eu fico com meus neurônios fora da área de cobertura ou temporariamente desligados. Isso nunca te aconteceu? De você perder o controle absoluto das suas ações e reações? Perder as forças tentando resistir ao seu desejo? Comigo isso acontece demááás. Me sinto completamente submissa, me entrego, me deixo consumir, me derreto, me deixo seduzir completamente e não calculo nem perdas nem danos. Como diz o velho ditado, a carne é fraca. E assim como as preliminares são gostosas antes do sexo, o sexo brutal sem premilinares também é . Você se desfaz da arrogância, deixa de pensar na merda do limite da condição feminina, e se joga. Dentro dessa perspectiva, afirmo que não existe nada de imoral em começar o sexo de quatro, com puxão de cabelo. Tem mulher que acha que é falta de respeito. Falta de respeito é o cara gozar(e você não), levantar, vestir a roupa, antes que você consiga localizar sua calcinha. Um pouco de masoquismo faz bem pro ego(dele). Não custa nada massagear um pouco o ego do homem que você chama de seu .E você ainda sai da rotina do sexo nosso de cada dia. Se você tem um leque de opções sexuais, porque se ater a apenas as mais insossas? Mas vejam bem, isso só se aplica se você for daquelas que tem as rédeas da própria vida, que trepa sem culpa, e não fica com aquele sentimento ridiculo de ter sido usada. Afinal, qual o problema em ser um pouco desfrutável? Se você também sente prazer, obviamente você também está desfrutando. Então, deixemos o falso moralismo de lado, por favor. Ser feminista é uó. Às vezes eu amaldiçôo o dia que queimaram os soutiens! Porque tem dias que eu quero mesmo é me sentir dominada. Me jogue no chão, me chame de tapete, me jogue na parede e me chame de largartixa! Nessas horas não existe dor física, nem dor moral. O mal da humanidade é esse moralismo exagerado,e que rotula comportamentos que são puramente humanos. Essa posição de submissão masoquita não tem nada a ver com baixa auto-estima. Inferioridade momentânea é afrodísiaco e dar prazer. E quem souber aproveitar esse jogo, cujo objetivo é o prazer em todas as suas proporções, vai entender que esse comportamento passional entre quatro paredes, nada mais é que o puro sexo na sua essência. E um tapinha, nem dói, né?


"Eu queria ter minha foto estampada em sua blusa
minha carne em sua unha, dentro e fora de você"

3namassa - Objeto










28 cafézinhos:

Dom .A. disse...

Depois de ler isso, se alguém pedir para me levantar, eu mato! - risos.

Ministério da Saúde adverte:
"Pessoas com problemas cardíacos, tarados ou com ejaculação precoce não podem ler este post".

Bjs viciadas que me viciaram!

Barbarella disse...

Menina, sei do que vc está falando....me libero também, adoro!
femisnista que nada....hauhauahua
Quero mais é me sentir gostosa...possuida...
é tão bom né...
acho que pior que o moralismo, é o falso moralismo, a hipocrisia....
Sou assim, gosto de ser assim...liberada...me dou o direito de ser assim...
A vida é tão mais leve,quando vc se assume e se respeita...
Beijos ...adorei seus vicios....voltarei sempre!
Babi

Barbarella disse...

ai menina admito...balançou...hauhuahauahuaha

bjs

A menina que amava o Palhaço disse...

Concordo plenamente que certas preliminares são completamente descartáveis, e sei que vc entende isso L... Não acho que a menina deva se sentir inferior por ser "sado-submissa", muito pelo contrário, afinal isso dá muuuito prazer, um tapinha (ou tapão) rsrs, um puxão de cabelo e xingamentos, SEEEEEMPRE sao super válidos... Arrasou no post Galêguinha!!!

e viva a submissão masoquista!! hahaha

Beijo

Samuel disse...

hahahah
"minha pele em sua unha... dentro e fora de vc..." uhmmm que maravilha
A gente as vezes fica presos nessas porcarias. Gosto mesmo de aproveitar, gosto de intensidade, desejo, apertar, morder uhmmmmm
e num dói não né! =D

Bjooo L

Gunnar Vargas disse...

definitivamente somos hedonistas!
e viva o prazer!

Alaina Paisan =) disse...

Noooooooouss...

Vamos já para o próximo filme!

L, tá demáááás hein gata!

Beijos =)

J.R disse...

Pois é! Deu até vontade! rss.

Quem dançou com ela? disse...

Pois é.

Um tapinha não dói geeeentem!

Sentimental ♥ disse...

adoro ficar de quatro e levar puxão de cabelo... rs
bjs

Cafeína Desvairada disse...

O problema é...
Você: Onde tá minha calcinha?
Ele (se vestindo): Sei lá...
Você: Cara, eu não acho! Pra onde tu jogou?
Ele (vestido): Porra, sei lá, vai sem!

¬¬

as viciadas disse...

¬¬

porra, isso é mesmo foda.

xoogle disse...

hammmm haaammm... [limpando a garganta]... ô de casa, com licença... vizinha, eu só vim mesmo é devolver aquela xícara de açúcar que você me emprestou. Sabe como é, mamãe ensinou pra sempre devolver com algo em troca, então eu fiz esses biscoitinhos de araruta... hamm hamm... vizinha, aquilo ali detrás da cristaleira é uma calcinha? Ói vizinha, não quero me intrometer não, mas ontem eu vi lá de casa que você e seu moço estavam vendo um desenhinho animado, um cachorrinho, e de repente começou uma gritaiada... tá tudo bem, né vizinha? Minha filha, que trem é aquele ali debaixo da tua cama parecendo uma piroca de borracha?

Ó vizinha, obrigado pela a açúcar. Você foi muito boazinha de emprestar. Pois tá aí a xícara de volta com as ararutas... eu vou indo... me abanando, mas vou...

Ivan
:P

Beijos,

Valeu pela visita [açúcar].

disse...

É tudo um jogo.

Gisa Dias* disse...

Oioioi, que legal que tenha gostado, eu tbm gostei do seu e ja estou te seguindo!

legal!

Bjokas*

Juliana Mendes disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Euuu é que nao quero um cara que cospi no chão a cada 10 min.
Vai num aniverssário onde diz que é traje fino preto e vai de bermudinha...e addiddas...
Fuma os piores cigarros, e nem disfarça aquele mal cheiro...
Queima um rako antes mesmo de acordar e seu quarto parece uma sauna...
pensa em fechar a perna o braço e as costas de tatoo..

BEm... Meu avô põe ele pra fora na primeira olhada!

________________________________


Até os homens curtem essa coisa de MANDE EM MIM, faça de mim o que quiser...
No amor e no sexo vale tudo!
Sendo virgem, e não me deixar levar por desejo louco exaatamente por querer casar assim...
eu não tenho muitas idéias para apimentar a relação...
Mas acho, que a mulher TEM o DEVER de PROCURAR práticas MAIS gostosas DE fazer O sexo SE diversificar...

(:

Paulinha disse...

Simplesmente ameei o texto...

Viciada L. você pensa exatamene como eu, e é dificil encontrar mulheres qu pensem assim... sempre dizem, o cara está se aproveitando de você... mas nós também temos necessidades, pq não enxergam que a gente tb pode estar se aproeitando deles?

Beeijos!!

Encosto de Bette Davis: disse...

Concordo menines! É muito importante praticar técnicas sexuais alternativas, e tem que rolar a pegada né, aquela coisa, tipo selvagem ... hahauahah Não dá né pra ficar se fazendo de boneca inflável só pra se sentir uma mulher direita. huahauhuahauhauaha

primaverasdesetembro disse...

nuuuuuuuussaaa...

:P

[ameipqmeidentifiquei]

Flores.

Maiçá Chaves disse...

Adoooooooooooorei!
e tipo, vcs sabem né, meeeeeeeeeega me identifiquei com a parada amiagaa!
Meeega!

e tenho dito!
vicios demais!

bjos

hojeeutoquerendo disse...

hauahuahuahua...bolt foi o melhor ahahahhahaha...vou ter que solicitar os amigos coloridos para tal serviço ... aiai

Marcinha disse...

Falou e disse garota !!!Concordo em gênero , numero e grau ...
Sexo prá ser bom tem que ser a emoção que está rolando no momento.
Nada de ficar fazendo previsões, dessa vez vai se assim... amanhã vai ser cozido .
Nada disso rsrsrrssr... tem que deixar rolar, prá ver qual vai ser
o tesão do momento.
Concordo que a sociedade é mesmo hipócrita e que as pessoas já estão tão bitoladas em etiquetar umas as outras que esquecem que nem sempre a opinião de alguns significa a opinião de todos ....
Adorei o blog, tá lindo parabéns pelo ótimo trabalho ...
Também sou uma viciada , nesses pecadinhos descritos no blog, mas quem não for que atire a primeira pedra.
Vou linkar o blog de voçês como seguidora , se puder dá uma passada no blog terapia , ficarei feliz com a visita de voçês ...
beijos

Flavio Ferrari disse...

Isso é que dá assistir filme de cachorro ... desperta a cadela no cio que há dentro de você ...
Nunca usei os adjetivos tapete e lagartixa ... acho que ando verbalmente muito convencional ...
De resto, mulher, sexo gostoso é assim mesmo ... e não tem nada de imoral.
Pena que a maioria das mulheres se sinta mal com isso.

Giovanna disse...

"Um tapinha não dói" LSAPLSAP
Fato é que o mundo em geraç se preocupa demaais em rótulos, e o medo de ser rotulado, deve ser isso HM' LSPALSPALS

adoro ler esse blog xDDD

Raysla Camelo disse...

É.
E tem coisa mais gostosa que, no dia seguinte, sentir o ardor das marcas de unha nas costas, por exemplo?
Não, não tem.
A dor fica doce.
Mas essa dor, somente. A dor do sexo.
Ai!

disse...

Eu faço tudo em nome do prazer (assuma ele o sentido que assumir rs) :) AAH, valeu pela visita colega ;D

ameeeeeeei o assunto, haha
até ri, juro. :)

beeijos.

Sasha Portrait disse...

em parte eu concordo, mas tudo tem um limite. até porque se você se permite ser usada de qualquer forma, isso pode acabar saindo do sexo, e as pessoas (homens principalmente) vão achar que podem abusar em qualquer nível/grau/situação. E a base moral vem disso, porque infelizmente o ser humano ainda não respeita o suficiente para entender a liberdade, logo você tem que tomar cuidado.

Sujeito Oculto disse...

Algo sobre isso numa crônica minha.

A diferença entre um homem e um garoto é que um garoto quer partir logo para o sexo sem saber o que desperta o desejo numa mulher. Um homem sabe que, se despertar o desejo, a consequência é irreversível e acaba se especializando nisso.

cinzeiro

viciados